Rev. Ricardo Agreste

Em um país chamado Brasil

Postado por Ricardo Agreste em 06 de abril de 2018

Como discípulos de Jesus num país chamado Brasil, vivemos um momento altamente delicado, que demanda de cada um de nós sabedoria em nossas opiniões e posições, além de grande consciência de nossa missão como sal e luz desse mundo.
 
Como cidadãos do Reino de Deus, devemos estar sempre ao lado do que é justo, do que promove o bem da sociedade e do que contribui para a paz da nossa nação. Neste sentido, precisamos evitar paixões ideológicas, renovando nosso anseio pela vinda do Reino de Deus e nossa consciência da missão que recebemos de torná-lo o mais visível e presente possível no atual contexto histórico.
 
Como cristãos brasileiros, temos sido testemunhas da luta de um povo por um Estado democrático e contra a irresponsabilidade de muitos políticos (em todos os níveis de poder) que fazem da posição deles, delegada pelo povo, um espaço para o próprio benefício.
 
Como cristãos conscientes de nossa missão, não podemos nos equivocar entendendo que a corrupção que tem destruído nossa nação é uma corrupção partidária, associada a uma ideologia política. Precisamos nos lembrar constantemente que estamos diante de uma corrupção sistêmica que tem feito com que o nosso país sangre e as pessoas menos favorecidas sofram pela falta de cuidado básico.
 
Neste sentido, precisamos orar para que a verdade e a justiça se estabeleçam nos tribunais de nosso país, para que pessoas que fazem mau uso do poder que lhes foi atribuído sejam punidas e para que Deus levante homens e mulheres comprometidos com os valores e princípios que norteiam o Reino de Deus.
 
Precisamos também viver em verdade e justiça no nosso dia a dia, nas mais variadas áreas de atuação na sociedade brasileira, lembrando-nos sempre que aqueles que cometeram grandes erros, certamente iniciaram esta trajetória menosprezando pequenas atitudes que, apesar de erradas, foram tidas como sem importância.
 
Oremos pelo nosso país. Oremos pela igreja de nosso país.
 
Ricardo Agreste - 6 de Abril e 2018