A Jornada

Fama

Postado em 25 de julho de 2017

“Jesus voltou para a Galiléia no poder do Espírito, e por toda aquela região se espalhou a sua fama” Lucas 4.14

Há muito tempo se cumpriu a palavra do artista plástico Andy Warhol que disse na década de 1980 que todos um dia teriam quinze minutos de fama. A grande questão é que tal fama é passageira, levando o nome de ‘celebridade instantânea’ e a da mesma maneira que chega, vai embora. Isso acontece porque a base desta fama muitas vezes é a própria desgraça alheia. Não há ninguém mais conhecido no mundo que o Nome de Jesus e isso aconteceu por causa da sua graça. O que Ele fez não foi somente ações pelo bem. Enganam-se os que acreditam Ele foi apenas um ‘homem bom’. Ao lermos o Evangelho perceberemos que sua mensagem de amor e perdão produzem restauração e vida eterna. Sua fama não depende da mídia muito menos da aceitação das pessoas, mas está atrelada ao seu poder e amor revelados na cruz.